Edições Anteriores

Capa – Formando leitores, ampliando o mercado – Complexos e onerosos, os canais alternativos para a comercialização de livros são muito mais do que uma opção de escoamento da produção editorial brasileira. Desbravados por editores e distribuidores que enxergaram uma oportunidade para incrementar o negócio, eles são, indiscutivelmente, uma efi ciente estratégia para conquistar novos leitores.

Entrevista – Gigante pela própria natureza – Nesta entrevista, o diretor de Ações Educacionais do FNDE, Rafael Torino, esmiúça a dinâmica dos programas e anuncia aquisições projetadas até 2012. Isso, diz Torino, confi gura a distribuição de livros como política de Estado de longo prazo. “Esta regularidade benefi cia as escolas, em primeiro lugar, e, em conseqüência, o mercado editorial.

Responsabilidade social – Leitor precoce – “Meu broto de leitura” – projeto desenvolvido por professora da rede pública de ensino do Interior paulista – inicia no universo do livro bebês a partir de 4 meses. Extrapolando os limites escolares, o projeto, que atende crianças até 1 ano e meio, envolve também as famílias.

Institucional – Leitura para toda a infância – Parceria entre a Secretaria de Educação da Prefeitura de São Paulo e a Câmara Brasileira do Livro cria o programa “Minha Biblioteca”, que vai distribuir, ainda em 2007, mais de meio milhão de livros infanto-juvenis para alunos de 1ª a 4ª séries das escolas municipais.

Evento – Esplanada dos livros – Com quase 350 mil visitantes no ano passado, a Feira do Livro de Brasília consolidou a presença do público e as oportunidades de negócios para o setor. Para sua 26ª edição, que começa em agosto, a Câmara do Livro do Distrito Federal espera ver reforçado seu papel como referência na região.

Em foco – Entre o balcão e as preteleiras – Fundada em Porto Alegre há 124 anos, a Livraria do Globo refaz suas apostas no negócio do livro, após sair desse foco e perder faturamento. Para isso, seus proprietários contam com a força do pioneirismo e com o respaldo de pesquisas que colocam a livraria como a preferida pelos moradores da capital.

Especial – Novos ares, novos leitores – Além de preservar o patrimônio cultural de São Borja, a reforma na biblioteca municipal ajudou a despertar o interesse da população pela leitura, fazendo crescer o número de associados e de empréstimos, além de aumentar as doações de livros pelos moradores da cidade.

Divulgação – Demanda virtual – Lançado em 2005, o portal Autoria.net abre espaço para estudantes, professores e escritores trocarem idéias e informações sobre o livro e a literatura.

Artigo – O Brasil e a Feira do Livro de Buenos Aires – Mauro Vieira, Embaixador do Brasil na Argentina.

Editorial
Leitura
Anote